Follow by Email

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Videos da harpa crista




























terça-feira, 23 de agosto de 2011

Notícias, curiosidades Bíblicas e a Harpa cristã


Escrivã se demite por causa do “casamento” gay! 
    
 
Laura Fotusky se demitiu de seu emprego como escrivã de casamento, dizendo:
         “Não posso colocar minha assinatura em algo que está contra Deus”.
ALBANY, Nova Iorque, EUA, 13 de julho de 2011 — Reagindo às notícias de que a primeira escrivã de uma cidade do Estado de Nova Iorque, se demitiu em vez de assinar seu nome numa licença de “casamento” do mesmo sexo, o governador Andrew Cuomo, insistiu que “a lei é a lei”.
“Quando nós impomos a obediência às leis do nosso estado, não temos a permissão de decidir quais leis escolher”, disse o governador, de acordo com o jornal NY Daily News. “Não temos permissão de dizer: Gosto desta lei e imporei a obediência a ela, ou não gosto dessa lei e não imporei obediência a ela’ não podemos fazer isso. Portanto, se você não pode impor a obediência à lei, então você não deve estar nesse cargo”, disse ele.
Laura Fotusky, a escrivã na cidade de Barker, anunciou sua demissão no site New Yorkers for Constitutional Freedoms (Nova-Iorquinos a favor das Liberdades Constitucionais). “Não posso colocar minha assinatura em algo que é contra Deus”, ela escreveu em sua carta de demissão. “A Bíblia ensina claramente que Deus criou o casamento entre homem e mulher como um presente divino que preserva as famílias e as culturas. Eu estaria abrindo mão da minha consciência moral se participasse dos procedimentos de licenciamento (dos “casamentos” gays”, acrescentou ela.
Laura Fotusky, que foi nomeada a primeira vez em 2007, disse que se demitirá na data de 21 de julho, três dias antes de a lei entrar em vigor. “Tive de escolher entre meu Deus e meu emprego”, ela disse para o jornal PressConnects.
O Rev. Jason J. McGuire, diretor-executivo de Nova-Iorquinos a favor das Liberdades Constitucionais, disse: “É lamentável que quando os senadores estaduais estavam ocupados protegendo os interesses especiais dos esquerdistas e enchendo suas contas de campanhas, que eles tivessem cometido negligência ao não protegerem as pessoas religiosas e boas”.
A assembleia legislativa aprovou a Lei de Igualdade do Casamento em 24 de junho, tornando-o o sexto estado dos EUA a reconhecer o “casamento” homossexual, além do Distrito de Colúmbia.
Dentro de dias, uma escrivã da cidade de Volney, perto da cidade de Syracuse, anunciou que estava lutando para proteger seu direito de não assinar as licenças. “Se há qualquer jeito possível de não fazer isso legalmente, então sim, eu não ia querer colocar meu nome em nenhuma dessas certidões ou documentos”, disse Barbara MacEwen para o site Politico. “Essa é a vida deles, eles podem fazer isso, mas não sinto que eu deva ser forçada a fazer algo que é contra meus valores morais e contra meu Deus”.
Contudo, como resultado do esforço de MacEwen o promotor público do Condado de Nassau enviou uma carta para os escrivães da cidade na semana passada avisando que eles enfrentariam processos criminais se recusassem a assinar as licenças.
A Lei de Igualdade do Casamento “não concede nenhuma liberdade de escolha para os funcionários públicos encarregados de dar licenças de casamento”, escreveu Kathleen Rice.
“As isenções religiosas na Lei de Igualdade do Casamento, não se aplicam aos escrivães municipais que trabalham em seus papéis de dar licenças”, continuou ela, “e a recusa intencional de um funcionário público de dar licenças de casamento para duplas homossexuais qualificadas pode constituir em má conduta, uma contravenção de primeira categoria conforme vem definida na seção 195.00 da Lei Penal do Estado de Nova Iorque”.
O governador Cuomo, disse aos jornalistas que a lei tem prioridade sobre as convicções religiosas dos funcionários públicos. “Se você está dizendo que vai agir de acordo com suas convicções religiosas e não de acordo com a lei do estado, então você não pode trabalhar num cargo em que você tem a obrigação de impor a obediência à lei, certo?” disse ele, de acordo com o NY Daily News. “Pois as leis têm de estar acima de tudo, e têm de estar acima de suas convicções religiosas”.
Os direitos de liberdade de consciência dos funcionários públicos que lidam com licenças de casamento estão rotineiramente sendo pisados em jurisdições em que se permitem os “casamentos” de mesmo sexo.
Quando o “casamento” gay foi introduzido na Califórnia em 2008, vários municípios fecharam suas repartições que faziam cerimônias de casamento em vez de enfrentarem repercussões legais por recusarem agradar às duplas homossexuais.
Na Inglaterra, uma escrivã sofreu derrota após anos de processos, depois que seu empregador ameaçou demiti-la por reorganizar sua escala a fim de não participar da concessão de licenças de casamento para homossexuais.
No começo deste ano em Saskatchewan, no Canadá, o governo provincial decidiu não recorrer de uma decisão de tribunal que disse que os comissários de casamento na província não tinham permissão de escolher não participar da realização de “casamentos” gays. O tribunal havia dito que permitir que comissários recusem realizar “casamentos” de mesmo sexo envia “uma mensagem forte e sinistra” de que “os gays e as lésbicas são menos dignos de proteção como indivíduos na sociedade canadense”.
Num distrito de Amsterdã, onde o “casamento” gay é legalmente reconhecido desde 2007, comissários de casamento são denunciados e obrigados a passar por uma avaliação anual para garantir total cooperação com a mudança da lei, depois que houve suspeita de que duas funcionárias haviam mostrado resistência.
Fonte: Patrick B. Craine
Pr. Benedito Campos





-------------------------------------------------------------------------------------------------------------




Curiosidades Bíblicas – Você Sabia?

1. Quais os livros da Bíblia que tem apenas 1 capítulo?
R: Obadias, Filemom, II João, III João e Judas.

2. Quais os livros da Bíblia que terminam com um ponto de interrogação?
R: Lamentações, Jonas e Naum.

3. Qual o menor livro da Bíblia?
R: II João (possui somente 13 versículos).

4. Qual o maior livro da Bíblia?
R: Salmos (possui 150 capítulos).

5. Qual o menor capítulo da Bíblia?
R: Salmo 117 (possui 2 versículos).

6. Qual o maior capítulo da Bíblia?
R: Salmo 119 (possui 176 versículos).

7. Qual o menor versículo da Bíblia?
R: Jó 3:2 (possui 07 letras).

8. Qual o maior versículo da Bíblia?
R: Ester 8:9 (possui 415 caracteres).

9. Quantas palavras a Bíblia contêm aproximadamente?
R: 773.693 palavras.

10. Quantas letras a Bíblia contêm aproximadamente?
R: 3.566.480 letras.

11. Quantos capítulos e quantos versículos a Bíblia possui?
R: 1.189 capitulos e 31.102 versículos.

12. Em quais os livros da Bíblia não encontramos a palavra Deus?
R: Ester e Cantares de Salomão.

Gênesis
13. Quem foi o primeiro bígamo citado na Bíblia e quais eram os nomes das esposas
 
R: Lameque. Ada e Zilá. Gênesis 4:19

14. Quem foi o pai dos que habitam em tendas e possuem gado?
R: Jabal. Gênesis 4:20.

15. Quem foi o pai de todos os que tocam harpa e flauta?
R: Jubal. Gênesis 4:21.

16. Quem era rei e sacerdote ao mesmo tempo?
R: Melquisedeque. Gênesis 14:18.

17. Qual é a única mulher cuja idade é mencionada na Bíblia?
R: Sara. Gênesis 23:1.

18. Onde lemos na Bíblia de camelos se ajoelhando?
R: Gênesis 24:11.

19. Quais os nomes dos filhos de Abraão?
R: Zinrá, Jocsã, Medã, Midiã, Jisbaque, Sua (filhos de Quetura), Isaque (filho de Sara) e Ismael (filho de Hagar). Gênesis 25:2,9.

Êxodo
20.
Qual a mãe que recebeu um salário para criar o seu próprio filho?
R: Joquebede, mãe de Moisés. Êxodo 2:8,9,10.

21. Qual o nome do homem acusado por sua esposa de derramar sangue?
R: Moisés. Êxodo 4:24,25.

22. Qual o sobrinho que se casou com a sua tia?
R: Anrão, pai de Moisés. Êxodo 6:20.

23. Onde se lê na Bíblia que as águas, por serem amargas, não serviam para consumo, porém tornaram-se doces depois?
R: Êxodo 15:23,24,25.

24. Onde se encontra a lei, por meio da qual um escravo ganhava liberdade por perder um dente?
R: Êxodo 21:27.

25. Onde se lê na Bíblia que os israelitas foram advertidos para obedecerem a um Anjo?
R: Êxodo 23-20,21.

Números
26. Qual o rei teve os seus inimigos abençoados pelo profeta que ele tinha chamado para os amaldiçoar?
R: Balaque, rei de Moabe. Números 22-5,6,12 + Números 23:11,12.

27. Qual o cavaleiro que teve o seu pé imprensado contra o muro?
R: Balaão. Números 22:25.

- A Bíblia se divide em duas partes: Antigo Testamento e Novo Testamento. Tem 66 livros, sendo 39 no Antigo Testamento e 27 no Novo Testamento.

- O Salmo 119 tem, em hebraico, 22 seções de oito versículos. Cada uma das seções inicia com uma letra do alfabeto hebraico, de 22 letras. Dentro das seções, cada versículo inicia com a letra da seção.

- Que “o caminho de um sábado” era o caminho permitido no dia de sábado; a distância que ia da extremidade do arraial das tribos ao tabernáculo, quando no deserto, isto é, cerca de 1.200 metros.  – O capítulo 19 de II Reis é igual ao 37 de Isaías.

- No livro Lamentação de Jeremias, os capítulos 1, 2 e 4 têm versículos em número de 22 cada, compreendendo as letras do alfabeto hebraico. O capítulo 3 tem 66 versículos, levando cada três deles, em hebraico, a mesma letra do alfabeto.

-  A menor Bíblia existente foi impressa na Inglaterra e pesa somente 20 gramas. Este fabuloso exemplar da Bíblia mede 4,5 cm de comprimento, 3 cm de largura e 2 cm de espessura. Apesar de ser tão pequenina, contém 878 páginas, possui uma séria de gravuras ilustrativas e pode ser lida com o auxílio de uma lente.

-  A maior Bíblia que se conhece, contém 8.048 páginas, pesa 547 quilos e tem 2,5 metros de espessura. Foi confeccionada por um marceneiro de Los Angeles, durante dois anos de trabalho ininterrupto. Cada página é uma delgada tábua de 1 metro de altura, em cuja superfície estão gravados os textos.

- Vamos Ler a Bíblia ? A Bíblia contém 31.000 versículos e 1.189 capítulos. Para sua leitura completa, são necessárias 49 horas, a saber, 38 horas para a leitura do Velho Testamento e 11 horas para a do Novo Testamento. Para lê-la audivelmente, em velocidade normal de fala, são necessárias cerca de 71 horas. Se você deseja lê-la em 1 ano, deve ler apenas 4 capítulos por dia.

- Tradução: Você sabia que das 2.000 líguas e dialetos falados no mundo, cerca de 1.200 já possuem a Bíblia ou textos bíblicos traduzidos?

- O nome “Bíblia” vem do grego “Biblos”, nome da casca de um papiro do século XI a.C.. Os primeiros a usar a palavra “Bíblia” para designar as Escrituras Sagradas foram os discípulos de Cristo, no século II d.C.;

- Ao comparar as diferentes cópias do texto da Bíblia entre si e com os originais disponíveis, menos de 1% do texto apresentou dúvidas ou variações, portanto, 99% do texto da Bíblia é puro. Vale lembrar que o mesmo método (crítica textual) é usado para avaliar outros documentos históricos, como a Ilíada de Homero, por exemplo;

- É o livro mais vendido do mundo. Estima-se que foram vendidos 11 milhões de exemplares na versão integral, 12 milhões de Novos Testamentos e ainda 400 milhões de brochuras com extratos dos textos originais;

- Foi a primeira obra impressa por Gutenberg, em seu recém inventado prelo manual, que dispensava as cópias manuscritas;

- A divisão em capítulos foi introduzida pelo professor universitário parisiense Stephen Langton, em 1227, que viria a ser eleito bispo de Cantuária pouco tempo depois. A divisão em versículos foi introduzida em 1551, pelo impressor parisiense Robert Stephanus. Ambas as divisões tinham por objetivo facilitar a consulta e as citações bíblicas, e foi aceita por todos, incluindo os judeus;

- A Bíblia foi escrita e reproduzida em diversos materiais, de acordo com a época e cultura das regiões, utilizando tábuas de barro, peles, papiro e até mesmo cacos de cerâmica;

- Com exceção de alguns textos do livro de Ester e de Daniel, os textos originais do Antigo Testamento foram escritos em hebraico, uma língua da família das línguas semíticas, caracterizada pela predominância de consoantes;

- A palavra “Hebraico” vem de “Hebrom”, região de Canaã que foi habitada pelo patriarca Abraão em sua peregrinação, vindo da terra de Ur;

- Os 39 livros que compõem o Antigo Testamento (sem a inclusão dos apócrifos) estavam compilados desde cerca de 400 a.C., sendo aceitos pelo cânon Judaico, e também pelos Protestantes, Católicos Ortodoxos, Igreja Católica Russa, e parte da Igreja Católica tradicional;

- A primeira Bíblia em português foi impressa em 1748. A tradução foi feita a partir da Vulgata Latina e iniciou-se com D. Diniz (1279-1325).

- A primeira citação da redondeza da terra confirmava a idéia de Galileu, de um planeta esférico. Bastava que os descobridores conhecessem a bíblia. (Isaías 40:22)

- Davi, além de poeta, músico e cantor foi o inventor de diversos instrumentos musicais. (Amós 6:5)

- O tio e a tia de Jesus se tornaram “crentes” na sua pregação antes de sua crucificação. (Lucas 24:13:18, João19:25)

-O nome “cristão” só aparece três vezes na Bíblia. (Atos 11:26, Atos 26:28 e I Pedro 4:16)

- A “Epístola da Alegria” , a carta de Paulo aos Filipenses, foi escrita na prisão e as expressões de alegria aparecem 21 vezes na epístola.

- Quem dá aos pobres, empresta a Deus, e Ele lhe pagará. (Provérbios 19: 17)

- O trânsito pesado e veloz, os cruzamentos e os faróis acesos aparecem descritos exatamente como nos dias de hoje. (Naum 2:4)

- A mensagem através de “out-doors” é uma citação bíblica detalhada. (Habacuque 2:2)

- Quem cortou o cabelo de Sansão não foi Dalila, mas um homem. (Juízes 16: 19)

- O nome mais comprido e estranho de toda a bíblia é Maersalalhasbas – filho de Isaias.(Isaías 8:3-4)

- Você sabia que a palavra fé é encontrada apenas quatro vezes no Antigo Testamento?
(Hc 2:4; Jz 9:16, 9:19; e 1Sm 21:5)

- Você sabia que a palavra “DEUS” aparece 2.658 vezes no V.T. e 1.170 vezes no N.T. num total de 3.828 vezes?

- Há na Bíblia 177 menções ao diabo em seus vários nomes.

- O maior versículo é no livro de Ester capítulo 8 versículo 9.

- O menor versículo é no livro de Êxodo capíluto 20 versículo 13.

- O versículo central da Bíblia é o Salmo cap: 118 ver:8, o qual divide a mesma ao meio.

- Os livros de Ester e Cantares de Salomão não possuem a palavra DEUS.

- A expressão “Assim diz o Senhor” e equivalentes encontram-se cerca de 3.800 vezes na Bíblia.

- A Vinda do Senhor é referida 1845 vezes na Bíblia, sendo 1.527 no Antigo Testamento e 318 no Novo Testamento.

- A Palavra “Senhor” é encontrada na Bíblia 1.853 vezes e “Jeová (YHVH)” 6.855 vezes.

- A expressão “Não Temas!” é encontrada 366 vezes na Bíblia, o que dá uma para cada dia do ano!

- No Salmo 107 há 4 versículos iguais: 8, 15, 21 e o 31.

- Todos os versículos do Salmo 136 terminam da mesma maneira.

- Para aprender mais, LEIA A BÍBLIA!
 
Autor: Desconhecido
  Fonte: Plenitude Divina
 
________________________________________________________________________________________________________________________





História da Harpa Cristã 



No início  das atividades da Missão de Fé Apostólica, em 18 de junho de 1911, os missionários Gunnar Vingren e Daniel Berg não contavam com um hinário em português, que refletisse as posições doutrinárias da nova igreja.
A influência do hinário Salmos e Hinos
A exemplo de outras denominações, o hinário Salmos e Hinos foi adotado para ser utilizado nos cultos durante o canto congregacional. A coleção Salmos e Hinos, foi organizada pelo casal Dr. Robert Reid Kalley e Sarah Poulton Kalley, fundadores da Igreja Evangélica Congregacional, a primeira igreja evangélica em língua portuguesa no Brasil no ano de 1855. A primeira edição inglesa, data do ano de 1855, contava com 27 Títulos (10 Salmos e 17 Hinos) e foi editada em Londres. Já a primeira edição brasileira, de 1861, era composta por 50 Títulos (18 Salmos e 32 Hinos), foi usada pela primeira vez em 17 de novembro de 1861, seis anos depois de sua chegada ao Brasil. Esta coleção foi a primeira coletânea de hinos
evangélicos em língua portuguesa organizada no Brasil. também foi primeiro hinário usado por diversas denominações. Hoje com aproximadamente 150 anos, e com mais de 500 hinos é considerada uma das mais belas coleções de hinos já produzida.
Com relação a este hinário, cuja influência no cenário protestante no Brasil podem ser sentidos
até os dias de hoje, faz-se necessário esclarecer que existem 3 edições de número 4, a saber:
1) 4ª Edição (Brasileira) de 1873 - Com 130 Títulos (25 Salmos e 105 Hinos);
2) 4ª Edição (Escocesa) de 1889 – Com 230 Títulos (25 Salmos e 205 Hinos) e a
3) 4ª Edição (Brasileira) de 1919 – Com 608 Hinos. Esta edição foi publicada sob a
orientação de João Gomes da Rocha.
Portanto, as edições de número 4, respectivamente, de 1873 e 1889, foram publicadas ainda sob
a orientação de Sarah Poulton Kalley.
Este esclarecimento é importante porque muitas vezes ouvimos alguém dizer que tal hino constava da 4ª edição do hinário Salmos e Hinos. Entretanto, não sabemos com certeza, qual edição realmente devemos procurar.
O Cantor Pentecostal
Foi neste cenário que em 1921, em Belém do Pará, surge o Cantor Pentecostal, confeccionado sob a orientação editorial de Almeida Sobrinho, contando com 44 hinos e 10 corinhos, impresso pela tipografia Guajarina e distribuído pela Assembléia de Deus de Belém do Pará. Dois anos após a 4ª edição do hinário Salmos e Hinos editado por João Gomes da Rocha.
A primeira Harpa Cristã
No ano seguinte, 1922, sob a orientação editorial do Pastor Adriano Nobre, surge a 1ª edição da Harpa Cristã, com uma tiragem de 1.000 exemplares que foram distribuídos para todo o Brasil pelo missionário Samuel Nyström.
Em 1923, no Rio de Janeiro, sai a 2ª edição da Harpa Cristã, já contando com 300 hinos e impresso
nas Oficinas Irmãos Pagenti

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Mensagem do dia em hino


 Mensagem do dia 24/08/11

Todo Poderoso

Cassiane

Composição: Anderson Freire
Feche os teus olhos neste lugar
E eleve o pensamento nas alturas
E pela fé toque em Jesus
Mas pra isso é preciso o romper da multidão
A tua cura acontecerá
Quanto tempo esperou não pare agora
Apenas um toque irá mudar
O destino de tua vida, a tua história
Jesus o filho de Davi está passando aqui
Até a orla do vestido Dele faz curar
Pois há virtude e há unção
Toque agora, estenda a mão.
O Todo Poderoso está aqui
Cristo já está passando aqui
Rompe a multidão e toque Nele
Virtude sairá.
O Todo Poderoso está aqui
Cristo já está passando aqui
Estenda a tua mão e toque Nele
Ele vai te curar.
Um certo dia uma mulher
Já não tinha esperança ela chorava
Ouviu falar o nome de Jesus
esse nome poderoso que curava
A esperança, nela voltou
Pois naquela hora ali Jesus passava
mas existia uma multidão
ela rompeu, tocou nele e foi curada.
Jesus o filho de Davi esta passando por aqui




Mensagem do dia 23/08/2011

Alvo Mais Que a Neve

Caixa D'água, trazendo pra você
a libertação, seja limpo, lavado, remido, pelo sangue de Cristo

Alvo mais que a neve

pelo sangue de Jesus eu sei que posso ficar
alvo mais que a neve
bem mais alvo que a neve o sangue vai me deixar
se nesse sangue lavado
eu limpo serei
mais alvo que a neve serei
eu limpo serei

Quem mais pode enchergar

e ver o que há por dentro
os traumas que vem da infância
os choques que eu aguento
pro exterior tanto faz a marca do seu shampoo
mas pra lavar sua mente só com o sangue de Jesus
pro remédio fazer efeito você tem que abrir caminho
a entrada é pelo seu peito e nunca mais estará sozinho
vai limpando sua alma, liberando o perdão
apagando todo trauma e libertando o ccoração

Alvo mais que a neve

pelo sangue de Jesus eu sei que posso ficar
alvo mais que a neve
bem mais alvo que a neve o sangue vai me deixar
se nesse sangue lavado
eu limpo serei
mais alvo que a neve serei
eu limpo serei

Tava zuado, sujo, encardido, tava largado estilo mendigo

eu tava ruinzão, era um morto-vivo, mas Ele pegou em minha mão e se imortou comigo
lembro de sua voz dizendo:
-Seja limpo
Alcancei o perdão e ganhei um amigo que me poliu, deu um trato e me fez brilhar
educou, transformou e me deu um lar, fez um negão mais alvo do que a neve ficar
e foi assim que eu limpo fiquei, só sei que foi graças ao rei
fiquei cheiroso e bem limpinho, olha pra mim mano, ó que preto alinhadinho
do tipo que toda sogra quer pra genro
e assim eu sigo puro e sem veneno
ovelha boa não se engana
fica limpo e não volta pra lama

Alvo mais que a neve

pelo sangue de Jesus eu sei que posso ficar
alvo mais que a neve
bem mais alvo que a neve o sangue vai me deixar
se nesse sangue lavado
eu limpo serei
mais alvo que a neve serei
eu limpo serei

Pode inferno se levantar, o gigante começa a rir

todos prontos pra me acusar, mas com certeza eles vão cair
pelo sangue eu fui coberto, sua misericórdia é imensa
hoje eu tenho um futoro certo, foi rasgada minha sentença
assim como Daniel acusado injustamente
mantenho minha Fé em Cristo pois eu sei que sou inocente
se o pecado é servir a Deus, então meu brother eu sou culpado
desde quando eu me entreguei e pelo sangue fui lavado

Alvo mais que a neve

se nesse sangue lavado
eu limpo serei

Ovelha boa não se engana

fica limpo e não volta pra lama (2X)

Alvo mais que a neve

pelo sangue de Jesus eu sei que posso ficar
alvo mais que a neve
bem mais alvo que a neve o sangue vai me deixar
se nesse sangue lavado
eu limpo serei
mais alvo que a neve serei
eu limpo serei






Oh! Deus de Israel, eu sei,
Que não vim a este mundo pra adorar outro Rei...
Os leões estão rugindo sem parar,
O meu louvor incomodou
A todos que estão contra Ti, oh! Jeová...
Nada pode intercalar o louvor do meu coração,
Dos manjares eu abro mão, os palácios não quero, não,
Eis-me aqui como Daniel, com os olhos focados no céu,
Com o risco de morrer, pois o que importa é a ele obedecer...
Senhor, não vou dividir minha adoração,
Exclusivo é o meu coração,
Vivo só pra Ti, não abro mão do céu,
Até diante da morte prefiro ser fiel...
Nada pode intercalar o louvor do meu coração,
Dos manjares eu abro mão, os palácios não quero, não,
Eis-me aqui como Daniel, com os olhos focados no céu,
Com o risco de morrer, pois o que importa é a ele obedecer...
Senhor, não vou dividir minha adoração,
Exclusivo é o meu coração,
Vivo só pra Ti, não abro mão do céu,
Até diante da morte prefiro ser fiel...
Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo,
À sombra do Onipotente descansará,
Direi do Senhor, Ele é o meu Deus
O meu refúgio, a minha fortaleza...
Ele me livra do laço do passarinheiro
E da peste perniciosa,
Ele me cobre com Suas penas
E debaixo de Suas asas estarei seguro...
Eu não temo espanto noturno,
Nem seta que voe de dia,
Nem peste que ande na escuridão,
Nem mortandade que assole ao meio-dia...
Não importa quantos caiam do meu lado,
Direita, esquerda, eu sou protegido,
Se eu for fiel eu moverei o céu,
Ele envia anjos para me guardar...
Senhor, não vou dividir minha adoração,
Exclusivo é o meu coração,
Vivo só pra Ti, não abro mão do céu,
Até diante da morte prefiro ser fiel..

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Programação semanal




Segunda-feira-   ás 19:30hs "ensaio com filhas de sião"

Terça-feira-  ás 19:30hs "Ensinamento bíblico"

Quarta-feira-    Livre para visitas 

Quinta-feira -   19:30hs "culto de campanha" cura e libertação

Sexta-feira-  ás 19:30hs " culto com Circulo de oração"

Sábado- Culto

Domingo- 11/09 8:00hs Campanha de oração
                 9:00hs  Escola bíblica dominical
                 10:30hs "Ensaio com  mocidade"
                 18:00hs "Ensaio de varões"
                 18:45hs Culto de missões



             





Venha nos fazer uma visita, A paz do senhor a todos irmãos

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Assembleia de Deus Madureira em Bauru.


O inicio desta igreja data do ano de 1943, pelo Diácono Antonio Leivas.
Em 1944, a igreja ganhou nova sede.
Com o crescimento da igreja ao longo dos anos, e muitas mudanças de endereço para lugares maiores, foi necessário a construção do templo (da foto), que  inaugurou  dia 13 de Setembro de 2010
 
Pastor presidente é o Pr. Eliezer Barbosa

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

História

História




Uma congregação da Igreja, no bairro Palma, em Santa Maria/RS
A Assembleia de Deus chegou ao Brasil por intermédio dos missionários suecos Gunnar Vingren e Daniel Berg, que aportaram em Belém, capital do Estado do Pará, em 19 de novembro de 1910, vindos dos Estados Unidos. A princípio, frequentaram a Igreja Batista, denominação a que ambos pertenciam nos Estados Unidos. Eles traziam a doutrina do batismo no Espírito Santo, com a glossolalia — o falar em línguas espirituais (estranhas) — como a evidência inicial da manifestação para os adeptos do movimento. A manifestação do fenômeno já vinha ocorrendo em várias reuniões de oração nos Estados Unidos (e também de forma isolada em outros países), principalmente naquelas que eram conduzidas por Charles Fox Parham, mas teve seu apogeu inicial através de um de seus principais discípulos, um pastor leigo negro, chamado William Joseph Seymour, na rua Azusa, Los Angeles, em 1906.
A nova doutrina trouxe muita divergência. Enquanto um grupo aderiu, outro rejeitou. Assim, em duas assembleias distintas, conforme relatam as atas das sessões, os adeptos do pentecostalismo foram desligados e, em 18 de junho de 1911, juntamente com os missionários estrangeiros, fundaram uma nova igreja e adotaram o nome de Missão de Fé Apostólica, que já era empregado pelo movimento de Los Angeles, mas sem qualquer vínculo administrativo com William Joseph Seymour. A partir de então, passaram a reunir-se na casa de Celina de Albuquerque. Mais tarde, em 18 de janeiro de 1918 a nova igreja, por sugestão de Gunnar Vingren, passou a chamar-se Assembleia de Deus, em virtude da fundação das Assembleias de Deus nos Estados Unidos, em 1914 em Hot springs, Arkansas, mas, outra vez, sem qualquer ligação institucional entre ambas as igrejas.
A Assembleia de Deus no Brasil expandiu-se pelo estado do Pará, alcançaram o Amazonas, propagou-se para o Nordeste, principalmente entre as camadas mais pobres da população. Chegaram ao Sudeste pelos idos de 1922, através de famílias de retirantes do Pará, que se portavam como instrumentos voluntários para estabelecer a nova denominação aonde quer que chegassem. Nesse ano, a igreja teve início no Rio de Janeiro, no bairro de São Cristóvão, e ganhou impulso com a transferência de Gunnar Vingren, de Belém, em 1924, para a então capital da República. Um fato que marcou a igreja naquele período foi a conversão de Paulo Leivas Macalão, filho de um general, através de um folheto evang1930, quelístico. Foi ele o precursor do assim conhecido Ministério de Madureira, como veremos adiante.
A influência sueca teve forte peso na formação assembleiana brasileira, em razão da nacionalidade de seus fundadores, e graças à igreja pentecostal escandinava, principalmente a Igreja Filadélfia de Estocolmo, que, além de ter assumido nos anos seguintes o sustento de Gunnar Vingren e Daniel Berg, enviou outros missionários para dar suporte aos novos membros em seu papel de fazer crescer a nova Igreja. Desde ando se realizou um concílio da igreja na cidade de Natal, a Assembleia de Deus no Brasil passou a ter autonomia interna, sendo administradas exclusivamente pelos pastores residentes no Brasil, sem contudo perder os vínculos fraternais com a igreja na Suécia. A partir de 1936 a igreja passou a ter maior colaboração das Assembleias de Deus dos Estados Unidos através dos missionários enviados ao país, os quais se envolveram de forma mais direta com a estruturação teológica da denominação.

  

Organização denominacional

As Assembleias de Deus brasileiras estão organizadas em forma de árvore, na qual cada Ministério é constituído pela igreja-sede com suas respectivas filiadas, congregações e pontos de pregação (subcongregações). O sistema de administração é um misto entre o sistema episcopal e o sistema congregacional, por meio do qual os assuntos são previamente tratados pelo ministério, com forte influência da liderança pastoral, e depois são levados às assembleias para serem referendados apenas. Os pastores das Assembleias de Deus podem estar ligados ou não às convenções estaduais, e estas se vinculam a uma convenção de âmbito nacional. Particularmente na América do Sul, hoje existem muitas Assembleias de Deus autônomas e independentes.

 Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil

A Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) possui sede em Brasília-DF, esta se considera o tronco da denominação por ser a entidade que desde o princípio deu corpo organizacional à igreja. A CGADB em 2000 contava com cerca de 3,5 milhões de membros em todo o Brasil (dados do Iser) e centenas de missionários espalhados pelo mundo.
A CGADB é proprietária da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), com sede no Rio de Janeiro, que atende parcela significativa da comunidade evangélica brasileira. À CGADB também pertence a Faculdade Evangélica de Tecnologia, Ciências e Biotecnologia (Faecad), sediada no mesmo Estado, e que oferece os seguintes curso em nível superior: Administração, Comércio Exterior, Marketing, Teologia e Direito.
A CGADB é constituída por várias convenções estaduais e regionais, além de vários ministérios. Alguns ministérios cresceram de tal forma que tornaram-se denominações de fato, com suas congregações sobrepondo as áreas de abrangência das convenções regionais. Dentre os grandes ministérios se destaca o Ministério do Belém, que possui cerca de 2.200 igrejas concentradas no centro-sul e com sede no bairro do Belém na capital paulista, sendo atualmente (2008) presidida pelo pastor José Wellington Bezerra da Costa, que sucedeu o pastor Cícero Canuto de Lima, que também preside a CGADB.
Na área política, alguns deputados federais são membros das Assembleias de Deus e a representam institucionalmente junto aos poderes públicos nos assuntos de interesse da denominação, supervisionados pelo Conselho Político Nacional das Assembleias de Deus no Brasil, com sede em Brasília, DF, que coordena todo o processo político da CGADB. Além disso, há também deputados estaduais e até prefeitos e vereadores, todos sob a chancela de igrejas ligadas à CGADB.
Desde a década de 1980, por razões administrativas, notadamente em virtude do falecimento do pastor Paulo Leivas Macalão e de sua esposa, missionária Zélia, a Assembleia de Deus brasileira tem passado por várias cisões que deram origem a diversas convenções e ministérios, com administração autônoma, em várias regiões do País. O mais expressivo dos ministérios independentes é o Ministério de Madureira, cuja igreja já existia desde os idos de 1930, fundada pelo já mencionado pastor Paulo Leivas Macalão e que, em 1958, serviu de base para a estruturação nacional do Ministério por ele presidido, até a sua morte, no final de 1982.

 Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil - Ministério de Madureira

À medida que os anos se passavam, os pastores do Ministério de Madureira (assim conhecido por ter sua sede no bairro de mesmo nome, na cidade do Rio de Janeiro), sob a presidência vitalícia do pastor (hoje bispo) Manuel Ferreira, se distanciavam das normas administrativas da CGADB, segundo a liderança da época, que, por isso mesmo, realizou uma assembleia geral extraordinária em Salvador, Bahia, em setembro de 1989, onde esses pastores foram suspensos até que aceitassem as decisões aprovadas. Por não concordarem com as exigências que lhes eram feitas foram excluídos pela Diretoria da CGADB. Desta forma tornou-se completamente independente da CGADB a Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil — Ministério de Madureira (Conamad), que tem no campo do Brás, na capital paulista, a sua maior expressividade, que, por anos, foi presidido pelo pastor Lupércio Vergniano e hoje está sob as ordens do Pr.Samuel Cássio Ferreira, bacharel em Direito. Possuia em 2005 cerca de 2 milhões de membros no Brasil e exterior. O Ministério Madureira, também tem uma filial de destaque na cidade de Goiânia chamada Assembleia de Deus Campo da Fama, presidida pelo Pr. Abigail Carlos de Almeida( Vice-presidente da CONAMAD)

 Portugal

Ver artigo principal Convenção das Assembleias de Deus em Portugal
Em Portugal a história dessa denominação pentecostal é contada a partir do ano de 1913. Foram os missionários portugueses emigrados do Brasil José Plácido da Costa (1913) e José de Matos Caravela (1921) que deram início às ações que resultaram na fundação das Assembleias de Deus em Portugal.
A primeira igreja Assembleia de Deus em Portugal foi fundada na cidade de Portimão, em 1924, pelo missionário José de Matos, também responsável pela fundação das igrejas do Algarve, de Santarém e de Alcanhões. A partir desse ano, com a ajuda de missionários suecos e o esforço de obreiros portugueses, foram estabelecidas diversas outras igrejas em várias cidades, como: Porto, em 1930, com a intervenção do missionário sueco Daniel Berg; Évora, em 1932, pela ação da evangelista Isabel Guerreiro; e Lisboa, em 1934, com a ajuda do missionário Jack Hardstedt.
Da ação missionária das Assembleias de Deus em Portugal deu-se a expansão da igreja aos territórios ultramarinos, a exemplo de: Angola, Guiné, São Tomé e Príncipe, Moçambique e Timor-Leste; os quais posteriormente tornaram-se nações independentes, mas mantiveram suas igrejas Assembleias de Deus nacionais em fraterna relação com as coirmãs portuguesas.
Em Portugal o ramo principal é a Convenção das Assembleias de Deus em Portugal, com quase 400 igrejas, a maior denominação protestante no país.
Além da CADP, existem outras denominações organizadas em Portugal, originárias de imigrantes brasileiros ou cismas da CADP, que adotam o mesmo nome, como a Assembleia de Deus Missionária; Assembleia de Deus Universal; Convenção Nacional das Assembleias de Deus (60 igrejas com 450 Congregações); Igreja de Nova Vida - Assembleia de Deus da Amadora;Centro Pentecostal Europeu das Assembleias de Deus(CPEAD 75 locais de culto); Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Ministério da Missão; Assembleia de Deus Ministério Semeadores de Boas Novas;Centro de Evangelismo Mundial das Assembleias de Deus(CEMAD 9 Locais de Culto) e Casa de Oração da Igreja Evangélica Assembléia de Deus presentes em pelos menos 5 concelhos da federação Portuguesa até a presente data. (www.addmortagua.com). Igreja Assembleia de Deus ministério de Buarcos. ( www.adbuarcos.org

 Estados Unidos

Ver artigo principal Assembleia de Deus Americana Nos Estados Unidos surgiram várias congregações pentecostais independentes, desde o avivamento da rua Azuza, em 1906. Buscando unidade, comunhão entre si, trabalho missionário e organização legal, alguns líderes convocaram uma Convenção em Hot Springs, Arkansas, em 1914. Como resultado, houve a adesão de quase 500 ministros e a criação do General Council of the Assemblies of God (Concílio Geral das Assembleias de Deus), mais tarde sediado em Springfield, Missouri. Essa igreja possui, hoje, cerca de 2 milhões de membros e envia missionários a vários países do mundo. John Ashcroft, procurador-geral dos EUA durante o primeiro mandato de George W. Bush, é membro dessa denominação.
As Assemblies of God apresentam algumas diferenças de sua coirmã brasileira: no tocante à administração, não existe o sistema de ministérios; cada igreja local é autônoma e não é subordinada a nenhuma outra, mas voluntariamente agrupam-se em presbitérios regionais, onde há igualdade entre todos e contam com a participação de representantes leigos. A congregação local entrevista e contrata o pastor, que é examinado e ordenado pelo Concílio Geral. Referente aos costumes, as Assemblies of God são integradas à sociedade americana, permitindo, por exemplo, que suas mulheres cortem o cabelo e usem calças compridas.

 Reino Unido e Irlanda

Organizada em 1924, a Assemblies of God in Great Britain and Ireland cresceu sob a influência do pastor Donald Gee. Reúne hoje cerca de 600 igrejas locais e possui uma rede de missionários atuando em vários continentes. Uma característica da AGGBI é a prática da Santa Ceia semanalmente.
Existem ainda Assembleias de Deus composta por imigrantes caribenhos e brasileiros, cujas igrejas não possuem relações com a AGGBI.

 Doutrina


Santa Ceia.
De acordo com o credo das Assembleias de Deus, entre as verdades fundamentais da denominação, estão a crença:
  • Num só Deus eterno subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo;
  • Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, considerada a única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão;
  • Na concepção virginal de Jesus Cristo, na sua morte vicária e expiatória, ressurreição corporal e ascensão para o céu;
  • No pecado que distancia o homem de Deus, condição que só pode ser restaurada através do arrependimento e da fé em Jesus Cristo.
  • Arrebatamento dos membros da Igreja para a Nova Jerusalém em breve com a volta de Cristo.
  • Na necessidade de um novo nascimento pela fé em Jesus Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus para que o homem se torne digno do Reino dos Céus;
A denominação pratica o batismo em águas por imersão do corpo inteiro, uma só vez, em pessoas a partir de 12 anos, em nome da Trindade; a celebração, sistemática e continuada, da Santa Ceia; e o recebimento do batismo no Espírito Santo, geralmente, com a evidência inicial do falar em outras línguas, seguido de outros dons do Espírito Santo.
A exemplo da maioria dos cristãos, os assembleianos aguardam a segunda vinda premilenial de Cristo em duas fases distintas: a primeira, invisível ao mundo, para arrebatar a Igreja fiel da terra, antes da Grande Tribulação; e a segunda, visível e corporal com a Igreja glorificada, para reinar sobre o mundo por mil anos, sendo portanto dispensacionalista.
Ainda, nesse corolário de fé, os assembleianos esperam comparecer perante o Tribunal de Cristo, para receber a recompensa dos seus feitos em favor da causa do Cristianismo, seguindo-se uma vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tormento para os infiéis.
Os assembleianos, em regra, são contra o aborto voluntário e o divórcio, a não ser por causa de adultério.

 Liturgia


Pregação.
Os cultos das Assembleias de Deus se caracterizam por orações, cânticos (hinos evangélicos clássicos e contemporâneos), testemunhos e pregações, onde muitas vezes ocorrem manifestações dos dons espirituais, como, por exemplo, profecias e línguas espirituais (estranhas).
Possui dias e horários específicos para cultos, sendo o principal deles no domingo por volta das 19/21 horas, e o de ensinamento bíblico (a Escola Bíblica Dominical, com divisão de classes por idade) por volta das 9 horas.
Os cultos têm duração média de 2 horas, sendo divididos em:
  • Oração inicial - Normalmente um pastor ou outro obreiro faz uma oração a Deus.
  • Cânticos iniciais - Utilizando-se a Harpa Cristã (um livreto de Hinos Evangélicos Clássicos), canta-se em média 3 hinos e em alguns ministérios, hinos congregacionais.
  • Leitura bíblica (ou palavra introdutória) - Neste momento a leitura do trecho bíblico e inspirada pelo Espírito Santo, no qual o culto será direcionado como um todo com fulcro nesse trecho.
  • Oportunidades de cânticos por grupos de jovens, crianças, senhoras, adolescentes, corais, grupos e ministérios de louvor.
  • Oportunidades de testemunhos por membros - Momento no qual os membros contam o que Deus mudou em suas vidas e vem fazendo, atualmente, por eles.
  • Pregação - na qual um pastor, um membro da igreja local, ou um pregador ou pastor convidado fará a pregação (sermão) explicando a passagem bíblica.
  • Apelo - Convite aos que não são evangélicos a aceitarem a Jesus como único e suficiente Salvador.
  • Cântico de encerramento e/ou avisos sobre as próximas reuniões.
  • Oração final.
  • Bênção apostólica (somente dado pelo pastor, presbítero ou evangelista: "A graça de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, o amor de Deus, o nosso Eterno Pai, a comunhão, as doces e eternas consolações do Espírito Santo sejam sobre nós e sobre todo o povo de Deus, desde agora e para sempre. Amém".
Obs: Nem todas as Assembleias de Deus seguem esta liturgia.

 Críticas

A Assembleia de Deus sofre críticas, tanto por parte de outras denominações religiosas quanto por setores não-religiosos da sociedade civil. O rápido crescimento da igreja tem estimulado diversas produções intelectuais de pesquisadores dos fenômenos sociológicos e antropológicos contemporâneos; ao mesmo tempo que já gerou apaixonadas controvérsias e discussões, no campo puramente ideológico.
O fenômeno do rápido e atípico enriquecimento econômico dos líderes de algumas das principais denominações é alvo de críticas da sociedade, uma vez que a prática religiosa é isenta de taxação fiscal no Brasil e facilmente pode-se transformar em instrumento de crimes fiscais como evasão de divisas e lavagem de dinheiro, entre muitos outros crimes. Além do mais, há a grande crítica pelo grande apelo por doações, muitas vezes desproporcionais ao intuito propalado pela igreja.

Apesar de sofrer perseguições e críticas por vários setores da sociedade , não há evidências nem provas de que em qualquer igreja Assembléia de Deus no Brasil tenham ocorrido crimes fiscais ou lavagem de dinheiro. Da mesma forma, nenhuma Igreja Assembléia de Deus responde a processos judiciais por quaisquer tipos de crimes financeiros. Por outro lado raramente a mídia nacional divulga as inúmeras ações de cunho social realizadas pelas Assembléias de Deus em todo Brasil. É uma das entidades do Brasil que mais investem no social. Mantêm escolas, creches, serviço permanente de distribuição de alimentos a famílias carentes, recuperação de dependentes de entorpecentes, defende a manutenção da família como núcleo da sociedade.
É importante observar que a Assembleia de Deus, como representante do pentecostalismo clássico, é adversa aos métodos de arrecadação de ofertas feitas por neopentecostais , portanto enfatiza as bênçãos espirituais e, mormente, a transformação do caráter humano, pelo poder da Palavra de Deus - Jesus Cristo.

 Novos conceitos a respeito de usos e costumes


Assembleia de Deus do Gama Oeste (Brasília), um exemplo de uma AD 'renovada'.
Algumas igrejas Assembleias de Deus vêm experimentando, recentemente, grandes mudanças comportamentais concernente a usos e costumes. A Assembleia de Deus, há algum tempo, tinha o hábito de inserir como doutrina os usos e costumes, por meio dos quais restringia mais a liberdade das mulheres em questões de vestimenta, cabelo e maquiagem. A igreja dizia que o uso de determinadas roupas e cortes de cabelos, por exemplo, era vaidade. No entanto, com o passar dos anos, percebeu-se que a adoção ou não de determinadas regras por parte das igrejas locais tratava-se mais de uma questão de costume do que de doutrina, pois não feria os fundamentos da fé cristã.
Em particular, algumas dessas igrejas levemente aceitam o uso de determinadas peças do vestuário feminino, consentindo que as mulheres usem calças compridas decentes, decotes um pouco alongados ou mangas um pouco mais curtas, permitindo ainda o uso de algumas joias, tais como brincos, cordões, maquiagens e coloração dos cabelos, desde que mantido um razoável padrão de pudor. Praia, cinema e teatro já não são, terminantemente, proibidos, desde que se desfrute com moderação, conscientes que de tudo Deus pedirá contas..
Quanto aos homens, diminuem as restrições ao uso de barba ou cabelos mais alongados, bem como bermudas e lazer, substituindo-se o rigor da proibição pela recomendação de uma boa imagem pessoal ante a sociedade, nos padrões exigidos por algumas organizações corporativas..
De igual modo, tendem a desaparecer do cenário assembleiano as folclóricas proibições ao uso da televisão e do rádio, enquanto algumas igrejas passam a orientar seus adeptos a lerem bons livros e fazerem uso adequado da internet, numa clara demonstração de que as posições radicais do passado estão sendo substituídas pelo respeito à liberdade de seus membros usufruírem dos benefícios que a tecnologia põe à disposição da sociedade contemporânea..
Vale lembrar que a maioria das Igrejas Assembleias de Deus ainda possuem costumes, e algumas ainda chegam a ser de maneira radical.


Fonte: www.wikipedia.org