Follow by Email

Para refletir

PALAVRA     PASTORAL



Ministéio ;unção, poder e palavra.


"JESUS ETÁ RETORNANDO."


Há mais de dois mil anos atrás há uma promessa afirmativa, do homen mais intrigante e influente que já viveu neste mundo, que retornaria para levar um povo que Ele mesmo comprou com seu próprio sangue.
No entanto desde que retornou ao seu lugar de origem, ao céu, tudo que deixou aos dicípulos e se estende a nós hoje, é uma tarefa que devemos termina-la com urgência porque Ele esta retornando como havia prometido.
Não há maitepo a perder.
Biblicamente já estamos na ultima semana de Daniel, 99% das profecias messiânicas de gênisis aos apocalipses já se cumpriam.
Falta apenas uma, que a qualquer hora se cumprirá, que é o arrebatamento da igrejá.
Existe muitas preocupações  hoje e a maior é com o bem estar social e a estética física, ao qual comparo aos dias do pregoeiro Noé, o povo comia, bebia, casavam-se, festejavam e não  tinham tempo para parar e ouvir, e não davam importancia as palavras do pregoeiro Noé.
Só acreditaram  quando a chuva  começou a cair, só que já era tarde para se arrependerem, a oportunidade havia passado. Não retrata aos dias de hojé??
Qual sua maior preocupação??
Despertemos enquanto há tempo, não deixe essa oportunidade passar, as evidências estão bem claras em todos os lugares.
Nas ruas, nos noticiários, na sociedade em geral e na natreza, e principalmente na igreja.
Não se deixe enganar. há duas igrejas dentro de quatro paredes.
A que vai subir, e a que vai  ficar.
De qual você faz parte?
Não perca a oportunidade, venha para os ensinamentos do Senhor.
Não dê ouvidos as fofocas e conversas fiadas.Atentamos para Jesus Cristo o autor e consumador  de nossa fé, o Dono da igreja.
Ser pastor é uma tarefa áua, há pedras, críticas, insultos, mas Jesus disse:EU SOU O PASTOR, e provou dando sua vida por todos nós.
Dê me sua mão, vamos fazer a obra de Deus, cumprir com as responsábilidades confiadas  a nós. Estejamos sempre em alerta"vigiando"
Pois a qualquer hora Ele chegará.
Que Deus abençoe você e sua família grandiosamente.

Pastor: Adenilson de Paula





42 - Devolução do Dizimo!

26/08/11

E a pedra que erigi por coluna, será a casa de Deus; e de tudo quanto me concederes, certamente eu Te darei o dízimo. Gên. 28:22.


Muitos anos atrás, quando o fabricante de doces John Huyler fundou a sua empresa, ele adotou como sua a promessa de Jacó. Indo ao banco, abriu uma conta que identificou com as iniciais "M.S." Depositava regularmente naquela conta um décimo de sua renda. Quando lhe perguntavam o significado daquelas iniciais, Huyler respondia: "Meu Sócio."

Dando a Deus o primeiro lugar em suas transações comerciais, foi abençoado por Deus e sua fábrica prosperou de modo fenomenal. Toda semana, a obra do Senhor recebia quantias cada vez maiores de dinheiro. O valor dessas doações ficou tão grande, que espantou os sócios da empresa.

O interessante é que essas contribuições iam sempre acompanhadas por um pedido de que não se fizessem agradecimentos ao doador, mas que o beneficiário louvasse a Deus somente. "Afinal de contas", dizia Huyler, "o dinheiro não é meu; é do Senhor."

A maioria das pessoas já comeu aveia Quaker em alguma oportunidade, mas poucos sabem quem fundou a empresa ou conhecem a história de sua prosperidade.

Há mais de cem anos, Henry P. Crowell contraiu tuberculose e ficou sabendo que nunca concretizaria sua ambição de tornar-se pregador. Depois de ouvir um sermão de Dwight L. Moody, ele orou: "Senhor, não posso ser pregador, mas posso ser um bom comerciante. Se me permitires ganhar dinheiro, eu o usarei para Teu serviço."

Um médico aconselhou o jovem Crowell a trabalhar ao ar livre. Ele seguiu o conselho e, depois de sete anos, reconquistara a saúde.

Comprou então o pequeno e desmantelado moinho Quaker, em Ravenna, Estado de Ohio. O empreendimento prosperou e, leal à sua promessa, Crowell devolveu fielmente o dízimo. Dentro de dez anos, a Aveia Quaker era um nome conhecido. Durante os 40 anos seguintes, Crowell deu 60 a 70 por cento de sua renda para a causa de Deus!

Poderiam ser citados outros exemplos dos benefícios de um dízimo fiel. Mas as grandes vantagens para aqueles que devolvem o dízimo e contribuem com ofertas generosas, não são benefícios materiais, mas bênçãos espirituais.

Não 10, Mas 100 por Cento - e Mais Ainda
Porque quem sou eu, e quem é o meu povo para que pudéssemos dar voluntariamente estas coisas? Porque tudo vem de Ti, e das Tuas mãos To damos. I Crôn. 29:14.

Um jovem casal que se havia mudado recentemente para uma nova localidade, desejou unir-se a uma igreja próxima e pediu que o pastor os visitasse e os instruísse acerca dos ensinos da igreja. Um membro leigo soube do interesse do casal e decidiu "ajudar" o pastor, telefonando para aquela jovem senhora.
- O pastor ainda não lhes falou sobre o dízimo? - perguntou o paroquiano.

- Não - respondeu a senhora.

- Bem - informou o membro - ele vai dizer-lhes que, antes de poderem fazer parte da congregação, terão de concordar em pagar 10 por cento de suas entradas para a igreja.
Quando o pastor visitou novamente aquele casal, a primeira coisa que a esposa perguntou foi:

- É verdade que se exigirá de nós o pagamento de 10% de nossas entradas, antes que possamos fazer parte da igreja?
O pastor suspirou uma rápida oração silenciosa por sabedoria. Mantendo a serenidade, respondeu:

- Lamento, mas a senhora foi mal informada. Na verdade, vocês serão solicitados a dar 100% e além do mais dar-se a si próprios. A Bíblia ensina que tudo pertence a Deus pela criação; portanto, qualquer coisa que Lhe devolvermos, já era dEle para começar. Acompanhem-me na leitura de I Crônicas 29:14.

Depois ele continuou:

- Deus testa Seus filhos, instruindo-os a devolverem um décimo de sua renda para o Seu "tesouro" (Mal. 3:10) - a tesouraria da igreja. Isso é chamado o dízimo. Mas Ele também nos convida a dar ofertas voluntárias. Acontece que ainda não é tudo. Deus apela para que demos a nós mesmos em sacrifício vivo, para sermos usados em Seu serviço, como Ele achar melhor.

- Ah! - disse a esposa - eu quero pertencer a uma igreja que espera tanto de mim!

O marido concordou. Oportunamente o casal foi batizado e se tornou um esteio para aquela igreja.

Quando chegamos ao ponto de reconhecer que tudo o que temos e somos pertence a Deus, a obediência fiel às expectativas dEle se torna um prazer.








Não é engraçado como R$ 10,00 parece tanto quando o levamos à igreja e tão
pouco quando vamos ao shopping?
Não é engraçado como uma hora é tão
longa quando servimos a Deus, mas tão curta quando assistimos a um jogo
de futebol?
Não é engraçado como não achamos as palavras quando oramos, mas
elas estão sempre na ponta da língua para conversarmos com um amigo?
Não é engraçado sentirmos
tanto sono ao ler um capítulo da Bíblia mas é fácil ler
100 páginas do último romance de sucesso? (….)
Não é engraçado como
queremos sempre as cadeiras da frente no teatro ou num show, mas
sempre
sentamos no fundo da igreja?
Não é engraçado como precisamos de
2 ou 3 semanas de antecedência para agendar um compromisso na igreja, mas
para outros programas estamos sempre disponíveis?
Não é engraçado como temos
dificuldade de aprender a evangelizar e como é fácil aprender e contar a
última fofoca?
Não engraçado como acreditamos nos jornais, mas questionamos
a Bíblia?
Não é engraçado como todo mundo quer ser salvo desde que não tenha
que acreditar, dizer ou fazer nada?
Não é engraçado como mandamos
milhares de piadas pelo e-mail que se espalham como um incêndio, mas quando
recebemos mensagens sobre DEUS não reenviamos para ninguém?
NÃO É ENGRAÇADO?
Você está pensando? (tô…)
Não é engraçado?
Não, não é engraçado, é triste PRECISAMOS
TER MAIS
INTIMIDADE COM DEUS!!!!